NOTA ! Este sítio utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes.

Se não alterar os parâmetros do seu navegador, está de acordo. Saber mais

Compreendo

ArteAzul-Atelier

 

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Ver detalhes

Patchwork
  - utilização de tecidos finos de algodão no patchwork embutido

Na senda do patchwork

Ainda na senda do patchwork embutido, vimos realizando neste final de ano de 2016 uma série de presépios para o Natal, três presépios mais concretamente que, apesar da utilização do mesmo desenho resultante de composição e disposição que efetuámos com as figuras principais, os tecidos aplicados no embutimento são, pelo menos alguns, diferentes.

Presépio em patchwork embutido

O presépio cuja imagem apresentamos e que terminámos de realizar e do qual nos referimos em artigos anteriores tem a particularidade de conter alguns acabamentos com pequenos pormenores de decoração complementar, não fazendo estes parte da técnica propriamente dita - o patchwork.

K-line e platex no patchwork embutido

No patchwork, o K-line, assim chamado ao suporte que é usado para a incrustação dos tecidos é um material composto por polistireno ou poliestireno e papel, muito leve, e os cortes pelas linhas lá desenhadas executam-se facilmente com um estilete.

Construção de um presépio com a técnica patchwork

Na época natalícia a inspiração acontece de um modo natural, pelo acontecimento, a celebração do nascimento de Jesus e a festa da família. Deste modo, os ambientes das nossas casas tornam-se calorosamente luminosos e as cores sobressaem vistosas e alegres. As compras de objetos e arranjos florais tornaram-se um hábito e é neste sentido que incentivamos a uma certa criatividade e simplicidade, metendo as mãos na massa, realizando, ou pelo menos contribuindo para a construção de uma boa decoração interior, singela mas carregada de significado, efetuando, porque não, uma ou outra obra de trabalhos manuais, exercitando e dando lugar à capacidade artística.

Variedade cromática de tecidos

Atualmente, existe uma enorme variedade de tecidos de algodão apropriados para trabalhos de Artes Decorativas. Pode afirmar-se que a gama de tecidos existentes, com cores, tons, luminosidades e padrões constituem um mundo maravilhoso de composições com inúmeros elementos decorativos que, por si só, fazem já parte da própria arte.

Patchwork "Menina" com Cesta

Há muitos desenhos que podem aplicar-se à técnica do Patchwork Embutido. Como em qualquer outro tipo de trabalho há sempre os mais fáceis e outros mais complexos. Esta complexidade aumenta naturalmente com o número de pormenores, sobretudo os que possuem muitos recortes em superfícies muito reduzidas.

Retalhos de tecido e utilização de um suporte especial

Com a utilização de retalhos de tecido, à partida parecendo não servirem para nada, ou então recortes feitos de propósito obedecendo a um projeto para um trabalho artístico mais elaborado, poderão encontrar-se belos motivos e obras em tecido maravilhosas e cheias de brilho para decorar. 

Azulejaria

Palavras relacionadas com Azulejaria

Azul: em qualquer dicionário da língua portuguesa lê-se que azul significa uma das cores do espectro solar; céu sem nuvens. De uma forma simplificada, cientificamente, a cor é a sensação dada ao cérebro pelos olhos ao observarem os corpos cujos materiais refletem a luz solar. Sem luz as cores não existem.

Ler mais...

Os Pigmentos

Aclarar e escurecer uma cor

No passado, os pigmentos eram retirados de substâncias naturais (certos tipos de terra, raízes, etc.), posteriormente trabalhadas na oficina, geralmente pelo próprio pintor e seus aprendizes. Para obter o vermelho, por exemplo, pulverizava-se um fragmento de cinábrio, também chamado cinabre ou sulfureto de mercúrio nativo, com uma pequena marreta e o pó era misturado ao óleo.

Ler mais...

Abstração na Pintura

Abstração ou abstracionismo

Expressão espontânea com formas simples

A abstração é um processo que consiste em separar alguns aspetos ou propriedades de um objeto e tratá-los isoladamente, considerando exclusiva uma das partes que formam um todo. Se, por exemplo, considerarmos apenas as linhas gerais de um edifício e o representarmos com a forma de um paralelepípedo, estamos a fazer uma abstração.

Ler mais...

Tapeçaria Tecida

Tapeçaria Tecida - significados

Tal como em outras técnicas de artes decorativas, existe um vocabulário próprio para cada uma delas que convém referir. Aqui se apresentam alguns significados de palavras usadas na temática da tapeçaria tecida:

Teia ou urdidura - Estrutura feita de fios que serve de suporte a outros fios e ao seu entrelaçamento.

Ler mais...

Natal Decorado

Feltros nas Decorações de Natal

Na vertente decorativa, continuam as tarefas de realização de alguns trabalhos levados a cabo com feltros de cores muito variadas com diversas aplicações.

Ler mais...

Tintas para seda

Tintas para seda e sua fixação

A seda tem as suas raízes na cultura da amoreira e na criação do bicho da seda que se alimenta basicamente das folhas daquela árvore. Designa-se esta atividade por sericultura ou sericicultura. Foram os transmontanos que, em Portugal, começaram a fabricar sedas e posteriormente as tingiram e coloriram.

Ler mais...

Jarras de Vidro

Jarra de vidro com fita de chumbo

Depois de limpa a peça de vidro com álcool, sem projeto prévio, elaborou-se diretamente na sua área lateral um desenho executado com fita de chumbo autocolante, moldando com os dedos e com um pequeno instrumento pontiagudo. Normalmente, na compra de uma embalagem de fita, vem junto um desses instrumentos - espátula -, podendo ser manuseada usando as duas extremidades.

Ler mais...

Céu e sua luminosidade

Estudo da representação do céu

Na pintura ao ar livre, a luz invade tudo: árvores, montanhas, mares, terra, etc. Todos os elementos da paisagem têm as suas cores matizadas pela incidência dos raios do sol. Há, no entanto, um elemento que, poderemos dizê-lo, não possui luz própria - o céu -, mas é, na pintura, uma fonte de luz que define as cores. O céu, na paisagem, é um elemento importantíssimo, pois toma diferentes colorações, dependendo da altura do ano, do dia, do tempo, da temperatura.

Ler mais...

Imitação de Vitral

Execução na parte mais lisa 

Todo o trabalho de contorno e pintura é realizado pelo lado mais liso do vidro martelado. Primeiro limpa-se com álcool para retirar qualquer tipo de gordura.

Seguidamente, coloca-se o desenho escolhido debaixo do vidro e passam-se todas as linhas com caneta de acetato. Fica o desenho, deste modo, transportado para o vidro.

Ler mais...