NOTA ! Este sítio utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes.

Se não alterar os parâmetros do seu navegador, está de acordo. Saber mais

Compreendo

ArteAzul-Atelier

 

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Ver detalhes

Estrelas de Natal, em feltro

Estrelas de Natal, em feltro

As estrelas que aqui mostramos, referem-se à quadra de Natal e são construídas manualmente, essencialmente com feltros. O feltro é o resultado do empastamento e compressão da lã ou do pêlo, material de que se fabricam por exemplo os chapéus.
O feltro pode perfeitamente servir para construir pequenas estrelas de Natal ou outros elementos decorativos para a quadra natalícia. O trabalho de construção manual das estrelas é relativamente simples, necessitando, contudo, alguns cuidados na sua execução, havendo alguma preocupação de perfeição.
A forma em estrela destas pequenas superfícies são debruadas com linha, em ponto de recorte, incorporando-se-lhes pérolas coloridas apropriadas à época. 

Batik

Batik com pingos de cera e tintas para tecido

O Batik é uma técnica muito antiga que pode aplicar-se em túnicas, vestidos, lenços, roupas de cama e de mesa, etc. Lave-se previamente o tecido a pintar para retirar a goma e coloque-se esticado em cima de uma mesa. De uma vela acesa deixem-se cair pingos de cera em algumas partes do tecido que se vai inclinando para que escorra.

Ler mais...

"Falso" Esmalte

"Falso" Esmalte com cola e tridimensional transparente

O Falso Esmalte pode ser executado em folha ou placa de alumínio. É uma técnica que se baseia na colagem de uma estampa que é depois envernizada com várias camadas (duas ou três) de verniz brilhante e lhe é dado volume com aplicação de tridimensional transparente.

Ler mais...

Imitação de Madrepérola

Exemplificação do efeito Madrepérola

Para exemplificar a imitação de madrepérola, servimo-nos de uma pequena caixa de madeira cuja tampa foi decorada usando essa técnica. Em primeiro lugar, pintou-se a tampa com tinta branca. Aplicou-se depois uma camada de cola branca e alisou-se.

Ler mais...

Folha de Estanho - corte e repuxado

Instrumentos de trabalho

Usando o corte e repuxados em diversos modos, tomando partido da sua maleabilidade, a folha de estanho é um material importantíssimo nas artes decorativas artesanais, podendo-se mesmo classificá-lo como nobre, impondo-se nos trabalhos e obras realizadas com características de singularidade apreciáveis.

Ler mais...

Mensagens Artísticas

Imitação de livros antigos

As mensagens artísticas a que nos referimos e que temos vindo a efectuar no Atelier dizem respeito à imitação de livros antigos a partir de, por exemplo, listas telefónicas desactualizadas. O objectivo desta técnica é realçar o aspecto artístico com sinais de envelhecimento num conjunto harmonioso, normalmente de tonalidades douradas, onde é inscrita uma mensagem.

Ler mais...

Aparador

Aparador Shabby-Chic

Adquirindo um pequeno móvel ou mesmo um móvel de dimensões médias como por exemplo uma cómoda, uma penteadeira, um aparador, que já não tenham aplicação prática nem sequer decorativa num ambiente que queremos airoso, com certo brilho e luminosidade de cores; uma cuidada remodelação, com gosto, com arte e certamente com algum trabalho e materiais apropriados, pode acontecer com resultados de beleza estética bem satisfatórios. 

Ler mais...

O Azulejo em Portugal

História breve do azulejo em Portugal

Foram os árabes que introduziram o azulejo em Portugal. As primeiras utilizações conhecidas do azulejo no nosso país, como revestimento monumental das paredes, foram realizadas com azulejos hispano-mouriscos, importados de Sevilha cerca de 1503. Esta cidade espanhola foi um grande centro de produção de azulejos. 

Ler mais...

Pintura Naif

Naif significa "simples", "ingénuo"

Existe um género de pintura que não pertence à tradição académica nem às correntes de vanguarda. Embora alguns autores lhe chamem pintura primitiva, essa denominação pode gerar alguma confusão, pois nada tem de semelhante com a pintura dos povos primitivos. Por se aproximar, de certo modo, da arte infantil, os seus seguidores são apelidados naifs, palavra francesa que significa "ingénuo", "simples".

Ler mais...

Relicário

Relicário Presépio

Este relicário, como mostra a imagem, foi o primeiro efetuado no ArteAzul Atelier. Como em qualquer outro trabalho do qual não há conhecimento exato da técnica, foi necessário estudo e pesquisa para encontrar a solução de alguns problemas que se nos deparam com a realização de alguns pormenores. Mas nem sempre se encontram essas soluções com facilidade. Um trabalho de experimentação, optando pelos materiais que melhor se adequam à execução, é fundamental.

Ler mais...