NOTA ! Este sítio utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes.

Se não alterar os parâmetros do seu navegador, está de acordo. Saber mais

Compreendo

ArteAzul-Atelier

 

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Ver detalhes

Estanho
  - gravura sobre folha de estanho

Garrafão decorado com folha de estanho

O garrafão da imagem, em vidro fino de cor verde foi encontrado numa velha adega. A peça era inicialmente protegida por cuidadoso empalhamento entre a parede do vidro e o acabamento exterior em vime entrelaçado pelo processo artesanal usado na cestaria. Esta peça antiga com capacidade de mais ou menos dez litros terá no mínimo oitenta anos e era usada para guardar vinho. Tem de altura 45 cm, de largura na parte bojuda 30 cm e a parte mais estreita - o gargalo - 5 cm.

Transposição do desenho para a folha de estanho

Para projetar uma gravura sobre uma folha  de estanho, é necessário antes de tudo o mais fazer uma escolha criteriosa do desenho e das suas dimensões relativamente à superfície em que vamos trabalhar. Poder-se-á transmitir na obra a executar a originalidade do artista, efetuanto um desenho da sua autoria ou fazendo uma composição através da junção de porções de outros desenhos, ou, então, poderá servir-se de esquemas já fabricados, facilmente encontrados em revistas da especialidade, ou pode ainda ser considerada a hipótese de partir de desenhos vários, por exemplo esquemas apropriados para bordados mas que para este efeito - a gravura sobre folha de estanho - poderão servir muito bem.

Instrumentos de trabalho

Usando o corte e repuxados em diversos modos, tomando partido da sua maleabilidade, a folha de estanho é um material importantíssimo nas artes decorativas artesanais, podendo-se mesmo classificá-lo como nobre, impondo-se nos trabalhos e obras realizadas com características de singularidade apreciáveis.

Maleabilidade e brilho

A folha de estanho é um bom material para a execução dos mais variados trabalhos artesanais. As suas características como por exemplo a relativa dureza, a maleabilidade e o brilho constituem facilidades e vantagens em relação a outros materiais, pois facilitam o seu manuseamento e o desenrolar do trabalho, resultando em obras de qualidade sem a necessidade de grandes esforços e de utensílios complexos. A folha de estanho é perfeitamente adequada às mãos dos principiantes pela simplicidade das técnicas usadas na realização de obras não muito complicadas.

Técnica Richelieu

Este tabuleiro foi executado com um trabalho minucioso em folha de estanho, aplicando a técnica do richelieu. Depois de passar o desenho do papel vegetal para o lado avesso do estanho com um buril de ponta fina, esse desenho é novamente marcado, agora sem o papel vegetal, de modo que as linhas fiquem bem visíveis pelo lado direito e, por sua vez, com um determinado relevo.

Tela com técnica mista estanho/guardanapo

Pinta-se uma tela de caixa alta com acrílicos ou óleos de acordo com as cores do guardanapo escolhido para este trabalho.

Cortam-se alguns motivos do guardanapo, retirando-se as duas partes de papel que não está imprimido e colam-se num pedaço de folha de estanho. Deixar secar.

Técnica passo a passo

Como é evidente, qualquer técnica de artes decorativas artesanais poderá, na sua efetivação e na execução de trabalhos, seguir determinados passos sem que estes sejam exatamente os mesmos para qualquer artista. Aqui deixamos os seguintes que, entendemos, serão um guia simples para levar a cabo uma obra de gravura sobre folha de estanho:

Cercadura em croché

Peça em croché para decorar em cercadura

A foto representa um excerto de trabalho em croché - uma peça que servirá como acabamento para uma outra em tecido, isto é, terá como fim contornar essa peça, dando-lhe expressividade de cor e decoração primorosa.

Ler mais...

Técnica de Envelhecimento

Envelhecimento com folha de ouro

Utilizando tintas acetinadas à base de água, o chamado vermelho inglês para a folha de ouro e o azul ou negro para a folha de prata, dão-se duas demãos, deixando secar cada uma delas, sobre a superfície onde vai aplicar-se a folha. Depois de passar mordente espera-se durante 15 a 20 minutos, dependendo da temperatura ambiente.

Ler mais...

Natureza-morta

Conjunto de seres inanimados

Incluímos este artigo "Natureza-morta" na rubrica "Pintura a Óleo" como poderia inserir-se em qualquer outra técnica de pintura. O facto é que a Natureza-morta é um bom tema para qualquer iniciado na pintura, nomeadamente na pintura a óleo.

Ler mais...

Marinhas e efeitos de cor

Marinhas: tonalidades do mar ao longo do dia

Os quadros que representam cenas marítimas são designados por marinhas. Neste artigo focamos essencialmente as tonalidades do mar ao longo do dia. Contudo, vários são os fatores que contribuem para a diversidade de tons e de cores como a luminosidade do céu, a profundidade das águas, a concentração de algas.

Ler mais...

Colagem Artística

A Colagem artística e o uso de materiais não tradicionais

Colagem com volume de Kurt Schwitters

Um dos artistas contemporâneos que mais usaram a técnica da colagem foi o norte-americano Robert Rauschenberg. Este artista foi muito influenciado pelo Expressionismo e pelo Dadaísmo. O Dadaísmo é uma corrente artística, englobando não só pintores e escultores, mas também escritores, poetas e músicos que, durante e após a primeira guerra mundial, influenciou diversos autores para formas de expressão artística que contrariavam tudo o que estava estabelecido até então.

Ler mais...

Relicários e Registos

Semelhanças entre relicários e registos

Um relicário, conforme é definido no portal de Liturgia Católica (Conferência dos Bispos de França) - Portail de la Liturgie Catholique - é uma caixa na qual são conservadas relíquias, significando estas, como nos informa o dicionário de língua portuguesa online “priberam”, parte de um corpo de um santo ou objeto que lhe pertenceu ou serviu para seu suplício ou ainda coisa considerada de grande valor por ser rara ou antiga.

Ler mais...

Estrelas de Natal

Estrelas de Natal, em feltro

As estrelas que aqui mostramos, referem-se à quadra de Natal e são construídas manualmente, essencialmente com feltros. O feltro é o resultado do empastamento e compressão da lã ou do pêlo, material de que se fabricam por exemplo os chapéus.
Ler mais...

Impermeabilização com Azulejos

Decorar e impermeabilizar

Desde os princípios da fabricação do azulejo, compreende-se a sua importância no revestimento, impermeabilização e isolamento térmico de paredes.

Depois de vidrado e cozido, o azulejo possui características especiais de impermeabilização. A superfície vidrada reflete facilmente os raios solares, permitindo resultados surpreendentes no que diz respeito ao isolamento térmico.

Ler mais...

Reciclagem de Papel

Papel Reciclado

Utilização de papel velho cortado, água e plantas secas para a obtenção de papel reciclado. Com a reciclagem do papel, misturando outros elementos, poderemos obter diferentes texturas que, combinadas harmoniosamente, resultam em trabalhos de grande interesse decorativo e, eventualmente, utilitário.

Ler mais...

Shabby Chic

Shabby Chic - um estilo de decoração

Shabby Chic é uma criação de Rachel Ashwell, nascida no Reino Unido, inspirada no costume dos ingleses de aproveitamento das coisas antigas e tradicionais, constituindo um estilo rebuscado, belo, romântico que abrange diversos modos artísticos e decorativos, onde se empregam a suavidade das cores pastel e se representam elementos naturais, por exemplo em acabamento de móveis; na decoração de caixas, quadros, candeeiros, álbuns, almofadas, toalhas e outros objetos; com colagem de rendas, pérolas, rosas, pequenos alfinetes, medalhões, etc., fazendo composições harmoniosamente suaves e inspiradoras de tranquilidade e serenidade.

Ler mais...