NOTA ! Este sítio utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes.

Se não alterar os parâmetros do seu navegador, está de acordo. Saber mais

Compreendo

ArteAzul-Atelier

 

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Ver detalhes

Azulejaria
 - pintura tradicional sobre azulejos com vidrado em cru

História breve do azulejo em Portugal

Foram os árabes que introduziram o azulejo em Portugal. As primeiras utilizações conhecidas do azulejo no nosso país, como revestimento monumental das paredes, foram realizadas com azulejos hispano-mouriscos, importados de Sevilha cerca de 1503. Esta cidade espanhola foi um grande centro de produção de azulejos. 

Palavras relacionadas com Azulejaria

Azul: em qualquer dicionário da língua portuguesa lê-se que azul significa uma das cores do espectro solar; céu sem nuvens. De uma forma simplificada, cientificamente, a cor é a sensação dada ao cérebro pelos olhos ao observarem os corpos cujos materiais refletem a luz solar. Sem luz as cores não existem.

Utensílios e materiais

Utensílios e materiais de que nos servimos para a execução de painéis de azulejos, segundo processos tradicionais e artesanais:

 

Mufla

Descrição:

A nossa mufla, representada na foto, tem capacidade para sessenta azulejos divididos em duas gazetes (prateleiras de material refractário) e é constituída por uma estrutura em perfis de ferro forrada com chapa de aço.

Funcionamento da Mufla

Depois de efectuado todo o trabalho de pintura sobre os azulejos com vidrado em cru, e para conclusão da obra, procede-se à sua vidragem.

Depois da colocação dos azulejos nas gazetes, estas são introduzidas na mufla que será fechada. Apenas um pequeno orifício existente na porta permite alguma "respiração" entre o interior quente e o exterior.

Azulejos com vidrado em cru

Os azulejos que compõem todas as grandes obras clássicas de azulejaria que podemos observar em muitos lugares, especialmente nos templos religiosos, em Portugal e em outros países do sul da Europa, apresentam-se em peças completamente artesanais, manufaturadas na sua totalidade pela mão do homem. Percebe-se isso mesmo numa análise simples da sua superfície ou melhor se compreende quando observamos um desses azulejos separados de um painel onde se procede por exemplo ao seu restauro.

A boneca de pó de carvão marca o desenho nos azulejos

A boneca de pó de carvão não é um instrumento imprescindível para executar um painel de azulejos. No entanto, muitos a terão usado e, sem dúvida nenhuma, faz parte da história dos azulejos e da azulejaria tradicional. A boneca, como o exemplar que mostra a figura ao lado esquerdo, pode ser muito útil quando se pretende repetir o mesmo desenho, usando por sua vez o mesmo picotado.

Mufla

Funcionamento da Mufla

Depois de efectuado todo o trabalho de pintura sobre os azulejos com vidrado em cru, e para conclusão da obra, procede-se à sua vidragem.

Depois da colocação dos azulejos nas gazetes, estas são introduzidas na mufla que será fechada. Apenas um pequeno orifício existente na porta permite alguma "respiração" entre o interior quente e o exterior.

Ler mais...

Pergamano

Papel pergamano

Escolhido um desenho, coloca-se este debaixo do papel pergamano (papel parecido ao vegetal de Engenharia mas com uma gramagem e resistência muito superiores) e passa-se todo o desenho com caneta de gel, normalmente branca ou dourada.

Em seguida pinta-se o desenho central com lápis de cor macios.

Ler mais...

Presépio em patchwork

Construção de um presépio com a técnica patchwork

Na época natalícia a inspiração acontece de um modo natural, pelo acontecimento, a celebração do nascimento de Jesus e a festa da família. Deste modo, os ambientes das nossas casas tornam-se calorosamente luminosos e as cores sobressaem vistosas e alegres. As compras de objetos e arranjos florais tornaram-se um hábito e é neste sentido que incentivamos a uma certa criatividade e simplicidade, metendo as mãos na massa, realizando, ou pelo menos contribuindo para a construção de uma boa decoração interior, singela mas carregada de significado, efetuando, porque não, uma ou outra obra de trabalhos manuais, exercitando e dando lugar à capacidade artística.

Ler mais...

Tapeçaria e Luz

Tapeçaria: a luz expressa pelas lãs

A imagem representa uma tapeçaria em fase adiantada de execução. Todos os trabalhos que executamos, e os de tapeçaria tecida não fogem à regra, são exclusivamente para fins decorativos, neste caso particular, para decoração de paredes interiores. As tapeçarias poderão pendurar-se simplesmente ou colocadas em molduras de uma forma mais ou menos complexa.

Ler mais...

Decoração de Laranjas

Laranjas decorativas perfumadas

O cravinho-da-índia é uma árvore com origem nas ilhas Molucas, na Indonésia, hoje cultivada noutras regiões do mundo. A flor do cravinho, seca, tem sido utilizada como especiaria desde a antiguidade. O cravinho-da-índia pode servir como elemento decorativo associado à sua qualidade aromática.

Ler mais...

Pergaminho e Pergamano

Relação entre as palavras "pergaminho" e "pergamano"

“Parchment”, em língua inglesa e “Parchemin”, em francês são as palavras que identificam o “Pergamano”, significando simultaneamente “Pergaminho”. A designação em português Pergamano é também usada internacionalmente como nome comercial. 

Ler mais...

Utensílios para Pergamano

Obras em Pergamano

Para efetuar trabalhos em papel pergamano, existem vários tipos de utensílios e materiais: ferramentas de boleamento ou de impressão em relevo, ferramentas de perfuração e respetivas almofadas e tapetes que servem de base a essa perfuração, as tesouras para cortar motivos e contornos, pinças para auxílio no processo de colagem de elementos de reduzida dimensão, lápis de coloração, tintas apropriadas para trabalhar o papel pergamano, canetas gel. 

Ler mais...

Quatro novos pergamanos

Novos pergamanos nas galerias do ArteAzul-Atelier

Uma série de quatro novos trabalhos em papel pergamano encontra-se já exposta através das respetivas imagens na galeria virtual pergamano do ArteAzul-Atelier. 

Ler mais...

Arte Francesa

Arte Francesa: tridimensional em papel

A "arte francesa" é uma técnica das artes decorativas, em papel, que consiste na sobreposição sucessiva de recortes dos vários elementos de estampas iguais e colagem com fita adesiva dupla de determinada espessura ou silicone transparente.

Ler mais...

Colagem Artística

A Colagem artística e o uso de materiais não tradicionais

Colagem com volume de Kurt Schwitters

Um dos artistas contemporâneos que mais usaram a técnica da colagem foi o norte-americano Robert Rauschenberg. Este artista foi muito influenciado pelo Expressionismo e pelo Dadaísmo. O Dadaísmo é uma corrente artística, englobando não só pintores e escultores, mas também escritores, poetas e músicos que, durante e após a primeira guerra mundial, influenciou diversos autores para formas de expressão artística que contrariavam tudo o que estava estabelecido até então.

Ler mais...

Imitação de Vitral

Execução na parte mais lisa 

Todo o trabalho de contorno e pintura é realizado pelo lado mais liso do vidro martelado. Primeiro limpa-se com álcool para retirar qualquer tipo de gordura.

Seguidamente, coloca-se o desenho escolhido debaixo do vidro e passam-se todas as linhas com caneta de acetato. Fica o desenho, deste modo, transportado para o vidro.

Ler mais...

Envernizamento

Escolha e Aplicação de Verniz

O verniz é uma solução de resina (matéria viscosa que brota de certos vegetais como por exemplo do pinheiro ou da cerejeira) em álcool ou em outras substâncias e serve para cobrir a superfície de certos objetos, para os preservar do ar, da humidade, de outras adversidades e para lhes dar brilho.

Ler mais...